Olhares de Lírio

'Quando eu estiver mais pronta, caminharei de mim para os outros. O meu caminho são os outros. Quando eu puder sentir o outro a partir de mim mesma, estarei salva e compreenderei: eis o meu porto de chegada.' Clarice Lispector

segunda-feira, maio 18, 2009

Das entregas e dos laços

E, às vezes, eu me pego assim, meio aérea, meio fora do mundo, nestes raros e parcos momentos em que o ócio se deixa derramar pelas horas do dia.

E hoje fiquei tecendo e retecendo histórias que começam a tomar corpo. E que vem, como uma avalanche, sacudir a alma, aquecer o coração, derrubar defesas, construir pontes.

E para essas histórias que nascem, a música que me tomou em meio à tarde de nuvens cálidas, rememorando os conceitos de fé, energias, laços, entregas, crenças, e porto. Sempre esse porto que eu procuro dentro de mim, para onde sempre retornar.

God on high
Hear my prayer
In my need
You have always been there

He is young
He's afraid
Let him rest
Heaven blessed.
Bring him home
Bring him home
Bring him home.

He's like the son I might have known
If God had granted me a son.
The summers die
One by one
How soon they fly
On and on
And I am old
And will be gone.

Bring him peace
Bring him joy
He is young
He is only a boy

You can take
You can give
Let him be
Let him live
If I die, let me die
Let him live
Bring him home
Bring him home
Bring him home.

Bring Him Home - Les Miserables

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Não é preciso entrega para amar, e sim leveza para ser reciproco.

Gosto da tua boca.

19 maio, 2009 02:38  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home